Mais de 5 anos levando Informação e Entretenimento para você!

Fb. In. Tw. Yt.

Anuncie           Equipe            Contato

ADLIM fala sobre caso de Transfobia em Limeira

Esta circulando no Facebook um texto, que levou “comoção” mas ao mesmo tempo virou motivo de piada na internet, no texto onde um motoboy conversa com a moça que tenta suicídio, ela “chega a pular da ponte” e no final do texto, onde aparece o caso de transfobia que diz “Até agora ninguém sabe se foi ela que pulou ou foi o motoboy que a empurrou”.

Leia na integra:

TRISTEZA EM LIMEIRA .
Hoje uma mulher jovem (entre 20 a 25 anos) a ponto de pular do pontilhão. No local a polícia estava lá pra tentar fazer o resgate, mas ninguém se aproximava por medo de que ela saltasse. Nisso, um motoboy que passava pelo local desceu da moto e pediu permissão para se aproximar da mulher e disse-lhe:
– Menina, você está muito linda posso me aproximar?
Era um homem de uns 30 anos. Ela lhe disse que sim e ele chegou até ficar na frente dela, como nos filmes de ação, mas na vida real incrivelmente, quando o motoboy se aproximou ela chorou e o motoboy tranquilo disse-lhe:
– Me dê um beijo antes que você se jogue. E ela aceitou. Ele então deu lhe um beijo na boca, longo e romântico. Todos que assistiam a cena até pensaram que eles se conheciam. Depois, assim não mais, ele agarrou-a nos braços e perguntou-lhe: – Porque você quer se matar?
Ela lhe respondeu:
– Porque os meus pais não aceitam que eu me vista de mulher, nem deixam que eu opere e faça mudança de sexo.
Até agora ninguém sabe se foi ela que pulou ou foi o motoboy que a empurrou.

P.S – Obrigado pela atenção!
Vamos continuar praticando diariamente a leitura. Ler faz bem!

A ADLIM (Associação da Diversidade de Limeira) publicou em sua página no Facebook;

Após as conquistas já alcançadas pela população LGBT brasileira – garantia da alteração de prenome, casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, reconhecimento do nome social no SUS, em instituições de ensino de nível superior, conselhos profissionais, etc. –, é inaceitável que as transidentidades permaneçam marcadas por piadas desse tipo e institucionalmente, que ofendem pessoas todos os dias.

É inadmissível vivenciarmos a transfobia em um país onde a expectativa média de vida de travestis e transexuais é de apenas 36 anos, contra 73 anos do restante da população; em que 40% dos assassinatos de transsexuais no mundo ocorrem no Brasil, o mesmo país que, a cada 28 horas, mata uma pessoa LGBT. Ressalta-se o fato de 90% das travestis e pessoas transexuais ainda encontrarem na prostituição a sua única forma de sustento por, sobretudo, não terem a sua identidade de gênero compreendida e respeitada (dados da Associação Nacional de Travestis e Transexuais – ANTRA ).

A ADLIM repudia toda e qualquer forma de violência,ou discriminação transfóbica e manifesta apoio a todas as Travestis e transexuais que nessa cidade residem assim como aprova e incentiva a construção de espaços que respeitem e reconheçam as pessoas em sua integralidade, livres da transfobia e, também, da homolesbobifobia. A transfobia não permanecera .

LGBTFOBIA é crime…

 

#agitomais é o portal de notícias do AQUI TEM AGITO, fundado em 14 de agosto de 2014, com uma grande equipe de blogueiros, repórteres, editores, fotógrafos, cinegrafistas e colaboradores. Hoje somos considerados o maior portal jovem da região de Limeira/SP (onde fica localizada nossa sede). O #agitomais é responsável pelas demais empresas como TVA e AGITOFM e faz parte do GrupoWA de Comunicação.

Postar um Comentário