Mais de 5 anos levando Informação e Entretenimento para você!

Fb. In. Tw. Yt.

Anuncie           Equipe            Contato

Hopi Hari testa atração La Tour Eiffel, que pode voltar em Novembro

Foi realizado nesta quarta-feira (03), os testes elétrico da atração La Tour Eiffel foram concluídos e foram feitos testes mecânicos onde serão feito analises para que seja reaberto a atração.

Prezidan José David também falou sobre o Ekatomb e Hadikali que tem prazos de entregas quase definidos, para novembro. Assim como a Tirolesa, o Hadikali também será atração paga, os demais não.


Ficha técnica

  • Altura: 69 metros
  • Queda: 39 metros
  • Velocidade: 94 km/h
  • Capacidade: 20 pessoas por ciclo — 5 gôndolas com capacidade para 4 pessoas.
  • Duração do ciclo: 1 minuto e 15 segundos
  • Fabricante: Intamin AG
  • Ano de fabricação: 1997
  • Altura mínima para brincar na atração: A partir de 1,30m
  • Localização: Região de Kaminda Mundi — Hopi Hari — Vinhedo — São Paulo

Construção

A La Tour Eiffel foi uma das primeiras atrações do parque a ser construída. Foram necessários 38 caminhões de concreto para realizar a fundação e um cilindro de aço engatado em um bloco de 300 m² de concreto. Tudo isso para absorver cargas de vento altíssimas, além dos esforços dinâmicos do equipamento.
A torre é dividida e soldada em 10 partes de sete metros cada. São 30.000 parafusos na atração!

La Tour Eiffel no Hopi Hari

Estrutura temática

A estrutura temática que faz menção à torre de 300 metros de altura de Paris é um elemento a parte. Ela foi feita sob encomenda pela Sermatec em Sertãozinho – SP. A estrutura pesa 55 toneladas e foi montada após a construção da torre.

Como ela sobe até o topo?

Algumas das dúvidas dos visitantes são: como o brinquedo funciona, como ele freia e o que acontece se não frear?
Cada gôndola da La Tour Eiffel pesa cerca 1 tonelada — isso sem contar os pesos dos visitantes, e é elevada até o topo através de 3 cabos de aço que comportam 1 tonelada cada, sendo 2 deles somente para reforçar a segurança. As gôndolas são puxadas por motores de 90 kwh e estão localizadas na casa de máquinas — topo da torre. Essa potência pode ser comparada a 2 motores de um carro popular. No total são 5 motores, um para cada gôndola.

Elevador do Hopi Hari

Cada gôndola possui na sua parte superior um “Catch Car”. Ele é composto por um gancho em forma de “L” em seu interior. Seu funcionamento consiste no engate da gôndola através de um pino central, levando-a até o topo.
Ao chegar no topo, um pistão de ar comprimido preso à torre empurra o gancho para o lado, desengatando a gôndola, que logo em seguida despenca em queda livre, enquanto o “Catch Car” permanece preso no topo.

Como vai frear?

Os primeiros 30 metros da La Tour Eiffel são basicamente um eletroímã gigante composto por freios magnéticos que são energizados assim que os carrinhos passam por eles. Mesmo em caso de queda de energia eles irão funcionar.
Durante a queda, o campo magnético gerado pelos imãs causa a frenagem dos carrinhos. Apesar da La Tour Eiffel possuir quase 70 metros de altura, apenas 40 metros são de queda livre.

Altura do elevador do Hopi Hari

Além disso, a La Tour Eiffel possui sensores que monitoram em tempo real o seu funcionamento, verificando velocidade do vento, freios, pressão nos pistões de ar comprimido, travas e motores. Essas informações são enviadas a um servidor que fica em uma sala de acesso restrito. As informações são processadas e a menor alteração indicada pelo sensor faz com que a atração pare imediatamente.

Segurança

Para garantir a segurança dos visitantes, cada trava é fechada por dois pistões de ar comprimido. Cada pistão suporta até 1 tonelada. Apenas um seria o suficiente, mas o segundo é uma medida extra de precaução. Caso os dois pistões falhem, ainda existe um cinto que segura as travas.

Travas da La Tour Eiffel do Hopi Hari

Além de todos esses dispositivos de segurança e os sensores que emitem um alerta no painel de controle caso seja detectado uma trava aberta, os funcionários recebem treinamento para checar todas as travas individualmente e caso detectem qualquer alteração durante o funcionamento, eles podem acionar o botão de emergência que faz com que o brinquedo pare imediatamente.
Todos os dias antes do parque abrir, cada componente da atração é verificado por técnicos e mecânicos responsáveis pela manutenção.

Tematização

Assim como todas as atrações de Kaminda Mundi, a La Tour Eiffel é inspirada na famosa torre de Paris e na arquitetura europeia. Foi uma maneira que os imigrantes colonizadores da região de Kaminda Mundi encontraram de se sentir mais em casa.

Torre Eiffel de Paris

Publicidade

Considerada uma das atrações âncoras do parque, a torre sempre teve o seu destaque em campanhas publicitárias e em diversos formatos, cartazes e comercial.

Comercial

Cartazes

“Chegou a hora! Você se senta em uma poltrona, e uma barra de ferro acolchoada baixa sobre o seu corpo. Depois, sobe a uma altura de quase 70 metros. Sobe devagar, enquanto uma tremedeira incontrolável baixa da cabeça ao dedão.

No alto, sente um leve tranco do aparelho. Daí, um abraço. Você despenca. Em segundos, está em terra firme novamente. Não dá tempo de gritar. A queda é tão brusca que você sente a sua bochecha repuxar para cima. É pavoroso. É delicioso.

Esse é um resumo da sensação de brincar no La Tour Eiffel.”

O retorno do “elevador do Hopi Hari”

A La Tour Eiffel operou desde a inauguração do parque em 27/11/1999 até o final de fevereiro de 2012 devido a um acidente que ocorreu na atração. O inquérito concluiu que a causa do acidente foi falha humana e desde então o Hopi Hari adicionou checagem dupla e travas extras nas atrações.

Em março do mesmo ano, quando o parque foi reaberto após o acidente, a direção analisou junto com o fabricante uma nova possibilidade de reparo para reativar a atração.

Estacionamento do Hopi Hari

Nada foi feito até agosto de 2017, quando sob nova administração no parque, a La Tour Eiffel tornou-se palco para eventos como Hora do Horror e Hopi Night. Cogitaram a possibilidade, junto com a Intamin — fabricante da atração, do retorno com a queda do visitante em pé, como já acontece em outros parques pelo mundo, mas a ideia parece ter sido descartada.

Com a recuperação judicial do Hopi Hari aprovada no início de abril, os rumores de retorno da atração voltaram e o cenário é bem favorável! O presidente José David publicou em sua página no Facebook uma enquete para ouvir os visitantes sobre qual atração deve retornar primeiro: Ekatomb ou La Tour Eiffel? Até o fechamento da matéria, a La Tour Eiffel estava ganhando.

Outro fator que leva a crer o seu retorno é a confirmação de que o palco da Hora do Horror não será mais na atração.

Com base informações: IG

Post tags:

#agitomais é o portal de notícias do AQUI TEM AGITO, fundado em 14 de agosto de 2014, com uma grande equipe de blogueiros, repórteres, editores, fotógrafos, cinegrafistas e colaboradores. Hoje somos considerados o maior portal jovem da região de Limeira/SP (onde fica localizada nossa sede). O #agitomais é responsável pelas demais empresas como TVA e AGITOFM e faz parte do GrupoWA de Comunicação.

Postar um Comentário